Google+

sábado, setembro 18, 2010

Jovens Católicos Testemunhando a Fé Católica

Seminarista Eduardo da Costa, LC
edacosta@legionaries.org

Semanas atrás recebi um vídeo que me fez refletir muito. O fato aconteceu no do dia 17 de agosto de 2008. Trata-se de um grupo de jovens argentinos rezando o Rosário diante da Catedral de Neuquén, sul daquele país. Em poucos minutos uma manifestação feminista composta sobretudo de lésbicas se aproxima da Catedral.

Até este ponto nada de aparentemente “anormal”: um grupo de jovens diante de uma igreja para evitar que manifestantes feministas entrassem e profanassem um lugar sagrado e uma passeata “pro-choice” diante de uma igreja católica.

Tampouco é de surpreender o fato que estas manifestantes feministas lançassem insultos aos católicos e à nossa fé.

A coisa ficou mais grave quando os manifestantes começaram a cuspir e a esfregar suas pancartas na cara dos jovens católicos; até chegaram ao ponto de arrancar a faixa com as cores da bandeira da Argentina que os jovens seguravam. Provocações como estas são para fazer qualquer um perder a cabeça, menos um jovem católico unido à Nossa Senhora.

Estes jovens compreenderam o que significa ser católico na sociedade em que vivemos hoje, uma sociedade que não é muito diferente daquela em que viveram os apóstolos e os primeiros cristãos (Cf. Rom 5, 19-21). Tanto há dois mil anos atrás como hoje, para ser católico coerente se necessita muita valentia e amor a Nosso Senhor Jesus Cristo.

Eu estou orgulhoso destes caras. Eles não somente souberam dar testemunho de coerência, porque sem dúvida, sendo a Argentina um pais tradicionalmente Católico, muitas das manifestantes eram pelo menos batizadas, como acontece também no Brasil, mas, sobretudo, deram testemunho de que as batalhas contra os inimigos de Deus se vencem ao lado de Maria, com a oração e a caridade e não com a violência, pois “Ela é a Mulher que esmaga a cabeça da serpente, enquanto esta tenta morder o seu calcanhar” (Cf. Gn 3, 15).

E esta batalha, a venceram de forma rotunda estes jovens católicos. Souberam lutar com a paciência e o perdão, ao passo que as manifestantes, vendo que não conseguiam o que queriam, apelaram aos insultos e às cusparadas; tentaram reagir “mordendo o calcanhar”, porém a serpente já estava imobilizada com a corrente do rosário.

 
Fonte:pastoralis

Gaudium Press - Notícias Católicas

Noticias de ACI Digital - Brasil

Noticias de ACI Digital - Mundo

ZENIT - O mundo visto de Roma

  ©Servos de Maria - ADISEMA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo